12 de fevereiro de 2013

Dos que não descansam

Espantam-me profundamente aquelas pessoas que vivem 24 sobre 24 horas para o trabalho.
Óbvio que existem profissões que a isso obrigam, no entanto defendo que ninguém consegue ser saudável sem qualquer tipo de arejada, escapismo, o que lhe queiram chamar.
Adoro o meu trabalho, já várias vezes referi aqui que sou apaixonada por ele.
Contudo trabalho com pessoas, lido com as suas vidas, e para tal necessito de sanidade mental para o poder fazer da melhor forma possível e com a dedicação que cada consulente que se dirije a mim merece.
Todos os dias quando saio do trabalho, obrigo-me a desligar, a fazer algo que me distraia, que me limpe a cabeça de tudo aquilo com que preciso de lidar na minha actividade laboral.
Desde a ida ao ginásio, ler um bom livro "não vivo sem ler".... Até um passeio a dois ou um café com uma amiga, até cozinhar algo que goste ou um jantar fora "quando tal for possível".
Qualquer coisa serve para nos permitir descomprimir e renovar energias para o dia seguinte.
Centrarmos-nos demasiado no trabalho fora do horário que lhe corresponde, faz mal, cansa, deprime, pode criar dependência e até prejudicar-nos ao nível das relações interpessoais.
Nota adoro esta música, é perfeita para ouvir no fim de um dia stressante!

7 comentários:

Imperatriz Sissi disse...

Também não percebo. E não acho que o resultado, quer em termos pessoais quer profissionais,seja positivo.

Chic Maria disse...

Eu tb sou assim! Quando saio do trabalho esqueço-o, quando estou a trabalhar dou o meu melhor *

S* disse...

Não aguentava. Quando saio do meu trabalho, acabo por nunca deixar de pensar nele, mas faço tudo por tudo para espairecer.

Vera, a Loira disse...

Tens toda a razão minha barbie, sou exactamente como tu, só me faltava agora viver para o trabalho.

O Fulano disse...

Obrigado! Podem tirar o Fulano do trabalho mas não tiram o trabalho do Fulano.

Inês disse...

Ora nem mais.
Há que separar as águas em qualquer profissão, senão as pessoas dão em doidas...
Trabalho é trabalho conhaque é conhaque.

Imensidão dos dias disse...

Tal e qual. Eu sou adepta desse lema, porque só assim me faz sentido.