8 de setembro de 2011

Da realização



Constacto que as pessoas se preocupam demasiado com coisas que não interessam, com situações pouco relevantes e que nada contribuem para o nosso bem-estar e realização pessoal e profissional.



No que respeita ao nosso trabalho então:



- Se estamos felizes com o que fazemos.



- Se conseguimos criar projectos novos.



- Se Obtemos frutos e nos sentimos valorizados...



Para quê dar ouvidos e até olhar para quem é desagradável?



Para quê ligar a coisas que não passam de lixo que podemos deitar fora naquele momento e passar a frente?



Importamos nós! e aquilo de que somos capazes! E já agora o que colhemos sem prejudicar ninguém.



O lixo é isso mesmo somente lixo.



Dar atenção, reflectir mais do que 5 minutos sobre invejosices, gente venenosa, só tráz mais negativismo.



Acima de tudo focarmos-nos no que acontece de bom só nos ajuda a criar mais e melhor......






8 comentários:

Julie D´aiglemont disse...

Porque nem todos temos essa capacidade de nos abstrairmos de ninharias. Eu sei que não tenho. E não me refiro ao trabalho, porque aí não tenho dessas coisas, mas no resto da vida...

S* disse...

Eu sou muito feliz no que faço... felizmente.

Rafeiro Perfumado disse...

Eu nem sempre me consigo abstrair do lixo que por vezes me rodeia. E quando assim é, gosto de me armar em contentor, daqueles que trituram os detritos...

Nina disse...

Abstrair-se não é para todos.
beijinhos, querida.

Brown Eyes disse...

Ora aí está um bom conselho. Eu ignoro esse tipo de gente. Aliás hoje é difícil alguém conseguir aborrecer-me. Vacinei-me há muito.
Beijinhos

CG disse...

O lixo por vezes é tanto que é difícil abstrairmo-nos. Mas sim, tens toda a razão.

Big Kisses

oops!!! disse...

(É bonito de ver usar a linguagem da classe...)

;)

Petra disse...

Julie: refiro-me principalmente ao trabalho, claro que na nossa vida pessoal se as ninharias por mais que o sejam vierem da parte de alguém que gostamos já é diferente....
S*: Isso é maravilhoso.
Rafeiro: pois já me cheirava que eras masoquista... Agora tive a certeza.
Brown: eu sei que estás bem vacinada, já falamos muito eheh.
Nina: não é para todos e depende muito de como nos sentirmos isso é bem verdade.
CG: se o lixo é muito deita-o fora rapariga!!!!
Oops: loll é uma linguagem bonita é?
Beijo enorme a todos e bom fim-de-semana!