19 de fevereiro de 2010

Ainda tu


Chegaste ainda eu era uma criança...

Foste ficando, ficando e ainda te sinto por perto.

Se te amo?

Amo os momentos que vivemos amo a brisa doce que foste na minha vida...

Que muitas vezes se transformou num vendavál.

Se sou feliz... Sou!

Se me lembro de ti? claro, todos os dias.

Porque um primeiro amor por mais longíncuo que o possamos ver... é e será sempre uma deliciosa loucura que sabe bem recordar.

Faz-me bem sorrir ao pensar em ti.

Contigo aprendi a amar com todas as minhas forças.

E hoje sei que ao contrário do que muitos dizem se pode amar várias vezes na vida mas nunca da mesma forma!

Obrigado por tudo que me ensinaste!

Estarás sempre presente na minha vida assim como eu seique me sentes em cada acorde dedilhado na tua guitarra.
Porque és e serás sempre especial para mim!

7 comentários:

by_Pureness disse...

Realmente o primeiro amor é aquela coisa, fica sempre na memória, isto é, nem que seja o primeiro amor que bateu forte e que nunca aconteceu nada. porque será?
lol beijoo*

Bailarina disse...

Não há Amor como o primeiro... Esse nunca se esquece e tem sempre um lugarzinho especial no nosso coração!!
Bjinho*

Mimi La Rose disse...

Devo ser a única que o primeiro amor não foi nada de especial..

Mas lindo o que escreveste.. lindo!

Anónimo disse...

Vou amar sempre...
e não só os momentos bem sabes...
J.P

Petra Pink disse...

By_pureness: bem-vinda! talvez porque seja a primeira experiència!
isto dava pano para mangas!
Bailarina querida! um lugarzinho bem grande não!
Mimi la Rose, pois no teu caso talvez porque não tenha chegado a ser amor. Muitas vezes confundimos!
JP. Isso só tu saberás...
Obrigado pelo comentário e pela visita.

Anónimo disse...

Ai o que para aqui vai Petrinha...
Boa semana e ensaia sim?
Márcio

Petra Pink disse...

Márcio faz-me um favorzinho...
Vai te catar.